Investigação antitruste faz Microsoft anunciar mudanças

Investigação antitruste faz Microsoft anunciar mudanças

Gigante da tecnologia estaria incluindo exigências que limitam a livre concorrência 

A Microsoft anunciou que vai revisar seus contratos para tornar mais fácil a competição entre os serviços em nuvem. Essa iniciativa é uma resposta à investigação antitruste feita pela União Europeia. 

A gigante da tecnologia já foi multada anteriormente em US$ 1,7 bilhão de dólares por outra investigação antitruste da União Europeia que encontrou por várias violações. Assim, a Microsoft se vê novamente pressionada a revisar seus negócios em computação em nuvem. 

Empresas denunciam Microsoft Azure à Comissão Europeia por práticas anticompetitivas

Com os contratos revisados, a Microsoft permitirá que os clientes usem suas licenças em qualquer provedor de nuvem europeu que forneça serviços para seus próprios datacenters. Os clientes também poderão comprar licenças apenas para o ambiente virtual sem a necessidade de comprar o hardware físico.

Mesmo após o anúncio das mudanças, o secretário-geral da CISPE, Francisco Mingorance, acredita que ainda não é o suficiente. “Essas mudanças anunciadas não abordam de forma significativa as práticas injustas de licenciamento que tem preocupado os serviços de infraestrutura em nuvem. Não faz nada para acabar com a vinculação anticompetitiva de pacotes de produtividade com serviços de infraestrutura em nuvem.”

Envie o Press Release da sua empresa para o Resumo Cloud, acesse nossa página de contatos.

Fonte: yahoo

Imagem: unsplash




Não há comentários neste post

Adicione a sua sua