AWS divulga disponibilidade geral do serviço AWS Proton

AWS divulga disponibilidade geral do serviço AWS Proton

Os desenvolvedores podem usar a interface do AWS Proton para selecionar uma pilha de aplicativos para uso com o seu código

A Amazon Web Services (AWS) anunciou a disponibilidade geral do AWS Proton, um serviço de entrega de aplicativos que deixa mais simples para os clientes provisionar, implantar e monitorar os microsserviços que formam a base dos aplicativos modernos de contêiner e sem servidor. 

Com o AWS Proton, a equipe de infraestrutura de um cliente cria pilhas de aplicativos padrão que definem a arquitetura, recursos de infraestrutura, pipeline de CI/CD (integração contínua e entrega contínua) e ferramentas de observabilidade – e então disponibiliza essas pilhas para seus desenvolvedores. 

Os desenvolvedores podem usar a interface de autoatendimento do serviço para selecionar uma pilha de aplicativos para uso com seu código. O programa provisiona automaticamente os recursos para a pilha de aplicativos selecionada, implanta o código, além de configurar o monitoramento para que os desenvolvedores possam começar a construir aplicativos sem servidor e de contêiner sem ter que aprender, configurar ou manter os recursos subjacentes. 

A solução permite que os consumidores definam os componentes do aplicativo como uma pilha, o que cria tudo o que é necessário para provisionar, implantar e monitorar um aplicativo, incluindo computação, rede, pipeline de código, segurança e monitoramento.

Deepak Singh, VP de Serviços de computação da AWS, afirmou que “Os clientes nos disseram que, embora amem os benefícios operacionais que os aplicativos de contêiner e sem servidor oferecem, é incrivelmente desafiador escalar essas arquiteturas em suas organizações por causa das muitas tarefas manuais envolvidas na implantação de aplicativos que usam microsserviços”.

Ele acrescenta ainda: “Os desenvolvedores contam com os recursos de autoatendimento do AWS Proton para implantar o código com rapidez e segurança, sem precisar se tornar especialistas em cada um dos serviços subjacentes envolvidos.”

O AWS Proton já está disponível atualmente no Leste dos Estados Unidos (N. Virgínia), Leste dos EUA (Ohio), Oeste dos EUA (Oregon), Europa (Irlanda) e Ásia-Pacífico (Tóquio), com disponibilidade regional adicional planejada para em breve.

Não existem compromissos ou taxas iniciais para utilizar o serviço. Os clientes pagam apenas pelos serviços da AWS usados ​​para criar, dimensionar e executar os seus aplicativos. Para começar a usar o AWS Proton, visite o site da AWS, clicando aqui.

Fonte: Businesswire

Imagem: Amazon Web Services/Divulgação




Não há comentários neste post

Adicione a sua sua