Fastly relata falha e deixa sites e aplicativos fora do ar nesta terça-feira

Fastly relata falha e deixa sites e aplicativos fora do ar nesta terça-feira

O provedor de serviços em nuvem, Fastly, teve uma falha generalizada e deixou sites como a Amazon fora do ar nesta manhã

Vários sites e aplicativos no mundo inteiro ficaram fora do ar por cerca de uma hora na manhã desta terça-feira (08), depois que o provedor de serviços em nuvem Fastly, uma grande rede de distribuição de conteúdo, relatou uma falha generalizada.

O provedor suporta rapidamente sites de notícias e aplicativos como a CNN, o The Guardian, o New York Times entre muitos outros. Ele também fornece entrega de conteúdo para a Twitch, Pinterest, HBO Max, Hulu, Reddit, Spotify e outros serviços. 

A interrupção do serviço em nuvem também derrubou outras plataformas e sites muito importantes e acessados da Internet, incluindo a Amazon, o Target e o site do governo do Reino Unido.

O problema foi uma falha na Fastly. A organização afirmou, em seu site de status de serviço, na terça-feira de manhã que identificou o problema e já o corrigiu. Segundo a CNN, o serviço para sites e aplicativos começou a ser restaurado por volta das 7 horas da manhã, embora a empresa tenha dito que alguns clientes podem experimentar tempos de carregamento mais longos como um efeito residual do problema.

A interrupção teve impacto em muitos países nas Américas, Europa e Ásia, assim como também na África do Sul. A Fastly ainda disse que identificou uma configuração de serviço que gerou interrupções em seus servidores. A empresa acabou desativando essa configuração.

A provedora, essencialmente, derrubou a sua própria rede com uma atualização de software ruim – raro, porém já aconteceu – de goof que conseguiu derrubar temporariamente partes de plataformas online ainda maiores, incluindo o Google e a Amazon, no passado.

David Vaskevitch, CEO do aplicativo de fotos Mylio e ex-diretor técnico da Microsoft, disse: “O problema com a internet é que ela sempre estará lá até que não seja […] para um sistema com tantas partes interconectadas, nem sempre é confiável. Qualquer parte frágil pode derrubá-lo.”

Fonte: CNN Business

Imagem: Alternative Finance News




Não há comentários neste post

Adicione a sua sua