AWS divulga que seus usuários agora podem minerar a criptomoeda Chia em sua plataforma

AWS divulga que seus usuários agora podem minerar a criptomoeda Chia em sua plataforma

Os usuários vão poder implementar um sistema de armazenamento em nuvem, em até cinco minutos, com o intuito de minerar XCH, a criptomoeda nativa da rede Chia

A Amazon Web Services (AWS) anunciou uma solução desenvolvida especialmente para a mineração da criptomoeda chamada de Chia, na plataforma de computação em nuvem. 

Segundo o site Money Times, a página de uma campanha na versão chinesa do AWS que divulgou a novidade, dizendo que a plataforma afirma que os usuários vão poder implementar um sistema de armazenamento em nuvem, em até cinco minutos, com o intuito de minerar XCH, a criptomoeda nativa da rede Chia.

Eles também forneceram um pequeno tutorial de como utilizar os seus serviços de nuvem para gerar endereços de carteira Chia, criar um “plot” e iniciar a “farmar” o ativo, segundo o mesmo site. Aparentemente, a solução prevê os usuários provenientes da China como o seu alvo, pois as informações da página estão apenas em mandarim. 

Não é de conhecimento quando que a AWS iniciou o processo de divulgação do serviço, porém isso mostra, mais uma vez, a crescente atenção e o nível de interesse que os investidores chineses estão depositando na mineração de Chia.

No mês passado, com o aumento da migração para a mineração de Chia dos investidores do varejo da China, o preço de discos rígidos (HDs) de diversos tipos aumentaram de forma disparada em até 100% no país.

Mesmo com o mercado tendo fornecimento suficiente de HDs, vendedores e atacadistas estão estocando esses produtos para conseguirem aumentar os preços deles. 

Mas o que exatamente seria a Chia? Ela foi fundada em 2017, e é uma rede descentralizada de armazenamento, que tem o objetivo de usar discos rígidos como poder computacional para substituir o mecanismo proof-of-work (PoW) do bitcoin (BTC), que exige muita energia elétrica, segundo o site.

Em 19 de março deste ano foi anunciada a principal rede para a mineração e o poder de armazenamento da rede aumentou para mais de um exabyte (EB), nos últimos dois meses. Isso é igual ao volume de armazenamento de mais de um milhão de unidades de discos rígidos de um terabyte (TB).

Fonte: Money Times

Imagem: News 18




Não há comentários neste post

Adicione a sua sua