Pentágono e Microsoft fecham parceria com foco em realidade mista

Pentágono e Microsoft fecham parceria com foco em realidade mista

Os headsets criados para o Pentágono trabalham com a realidade mista, para uso do exército americano, e vão utilizar a tecnologia de nuvem do Azure

O Pentágono anunciou que começou uma parceria com a Microsoft para poder comprar cerca de 120 mil headsets, chamados de Integrated Visual Augmented System (IVAS). O equipamento trabalha com a realidade mista, para uso do exército americano, e vai utilizar a tecnologia de nuvem do Azure.

O dispositivo foi feito com características plug-and-play. Elas permitem que sejam usados sensores específicos para cada missão, sendo real ou de treinamento, além de usarem a plataforma de nuvem Azure, que possui um contrato de US $10 bilhões com o Pentágono, prestando serviços nesta área. 

A empresa afirmou que o equipamento vai ser construído nos Estados Unidos, mas ainda não tem data definida de quando as entregas serão iniciadas. O valor do contrato da parceria entre as organizações é de quase 22 bilhões de dólares e as entregas acontecerão durante os próximos 10 anos, segundo o site Segs. 

O governo estadunidense gastou, anteriormente, US $480 milhões para a criação do equipamento, que representa uma versão mais resistente e mais aperfeiçoada do HoloLens 2, lançado pela Microsoft, em 2019, e que custa mais ou menos US $3,5 mil.

O Integrated Visual Augmented System, usando a inteligência artificial (IA), deverá fornecer a capacidade de visão noturna, sensores térmicos e sonoros, compartilhamento de informações e ainda ter facilidade de comunicação entre os soldados e seus comandantes, fazendo com que o desempenho e o processo de tomada de decisões em situações de combate sejam melhores.

A divulgação não ocorreu tão bem como o esperado. Tiveram muitas críticas e protestos de funcionários da Microsoft, pois eles eram contra a parceria que a Microsoft continua com as forças armadas dos Estados Unidos.

Fonte: Segs

Imagem: © AP Photo




Não há comentários neste post

Adicione a sua sua