Região do Google Cloud no Brasil atua com 87% de energia livre de carbono

Região do Google Cloud no Brasil atua com 87% de energia livre de carbono

O Google Cloud obteve a neutralidade de emissão de carbono em 2007 e desde 2017 já adquiriu energia solar e eólica suficiente para igualar 100% do seu consumo de energia

O Google Cloud publicou suas taxas de performance de energia livre de carbono em todas as suas regiões de todo o mundo, totalizando 24 delas. Esses dados dão o poder ao cliente, que utiliza do Google Cloud Platform (GCP), de escolher em quais dessas regiões manterá o gerenciamento de seus dados, seguindo seus regulamentos ambientais. 

Segundo dados do site InforChannel, a região do Brasil, situada no estado de São Paulo, atua com 87% de sua operação com energia livre de carbono. Ela foi lançada em 2017.

A empresa obteve a neutralidade de emissão de carbono em 2007. Desde 2017, já adquiriu energia solar e eólica suficiente para igualar 100% do seu consumo de energia, isso quer dizer  que o uso de energias alternativas compensa a emissão de carbono gerado pela companhia. 

O Google anunciou, no ano passado, um novo objetivo. Ele pretende operar seus negócios de nuvem com energia totalmente livre de carbono, todos os dias e horas, até 2030, em todas as suas regiões.

Para concluir esse objetivo o provedor de nuvem precisa avançar na etapa de descarbonização completa do fornecimento de eletricidade para os seus data centers. Ao longo do caminho para alcançar o objetivo, cada região de cloud será atendida mais e mais por energia livre de carbono, no lugar da energia não renovável. O progresso disso é medido por meio do Percentual de Energia Livre de Carbono (Carbon Free Energy Percentage – CFE).

O head do Google Cloud no Brasil, Marco Bravo, disse que “A partir de agora, com o compartilhamento das taxas locais de operação livre de carbono em nossas regiões de Google Cloud, nossos clientes podem fazer escolhas mais conscientes sobre como incorporar o uso da Nuvem na sua estratégia de sustentabilidade.”, segundo site. 

“Para as empresas brasileiras a boa notícia é que nossa região local, localizada em São Paulo, será uma grande aliada para diminuir a pegada de carbono dos seus negócios, já que opera 87% das horas do dia com energia limpa”, acrescentou.

Fonte: InforChannel

Imagem: Ewave Brasil




Não há comentários neste post

Adicione a sua sua